Deputados criticam decreto que cria sistema de participação social

Os deputados do Solidariedade-CE, Fernando Hugo e Thiago Campelo, criticaram, nesta terça-feira (10), o decreto presidencial nº 8.243, que cria o Sistema Nacional de Participação Social. Para Fernando Hugo, “esse é o ato mais sério da democracia no Brasil”. “Esse decreto implica na implantação de uma ditadura, tal qual foi feito décadas antes em Portugal, na Espanha, na Itália, na Rússia, em Cuba e, mais recentemente, na Venezuela”, disse, lamentando não haver nenhum tipo de repercussão em plenário sobre o caso.

Continue lendo